Neve do Monte Kilimanjaro já não é eterna

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

O aquecimento global deve derreter toda a cobertura de neve do Monte Klimanjaro, o ponto mais alto do continente africano, em mais 20 anos. Os animais também sofrem com as alterações no clima.

O gelo também está derretendo na África. Uma informação científica chocou os africanos nesta semana. O Monte Kilimanjaro, o ponto mais alto do continente, em 20 anos não terá mais neve. Motivo: o aquecimento global.

O Kilimanjaro, com seu pico, até agora, “eternamente nevado”, é uma referência mundial da paisagem africana. O clima mais quente e seco, com menos nuvens, das últimas décadas já fez com que a cobertura de gelo do monte encolhesse 85%, desde o início do século. Analisando fotografias aéreas de várias épocas e dados sobre a espessura do manto de gelo, os pesquisadores concluíram que o belo branco do Monte Kilimanjaro terá desaparecido em 2022. Ou, no melhor dos cenários, em 2033.

E este é só um dos problemas na África. Os animais vêm sofrendo com o meio ambiente. Em 2009, centenas morreram no Quênia por causa das mudanças climáticas. Onde havia vegetação, os bichos encontraram terrenos secos e sem água. As estações do ano irregulares deixam os animais perdidos. A savana está morrendo, secando. Parques nacionais e reservas, como o Parque Kruger, na África do Sul, estão diminuindo. Os africanos perdem o verde. E os animais, o habitat.

Fonte: Fantástico


Tags: , , , , , , , , ,

Deixe um comentário