Colisão vai por fim a Via Láctea em 4 bi de anos

Categoria: Informações 1 Comentário »

São Paulo – Um estudo feito com ajuda do Telescópio Hubble, da Nasa, descobriu que em quatro bilhões de anos, a Via Láctea deixará de existir. Segundo os cientistas, outra galáxia irá colidir com a nossa.

Essa galáxia, a Andrômeda, tem o mesmo tamanho da Via Láctea e está a 2,5 milhões de anos-luz de distância. Isso a torna a galáxia mais próxima da nossa. Acontece que ela caminha para uma inevitável colisão frontal com a Via Láctea.

Nos dois bilhões de anos seguintes após a batida, uma única galáxia será formada. Essa colisão entre a Via Láctea e Andrômeda deve ejetar o Sistema Solar para fora da posição atual, a 26.000 anos-luz do centro da galáxia. Com isso, o Sol pode ir para bem longe da Via Láctea. Porém, a Terra não está em perigo, segundo a Nasa.

Quando essa colisão acontecer, um novo corpo galáctico irá surgir a partir da união de Andrômeda com a Via Láctea. Segundo cálculos astronômicos, essa nova galáxia terá forma elíptica, ao invés do atual formato espiral da Via Láctea.

Para chegar a essa conclusão, os astrônomos precisaram analisar a posição de Andrômeda entre 2002 e 2010 a partir dos dados fornecidos pelo Hubble. A galáxia se aproxima da Via Láctea em uma velocidade de 110 quilômetros por segundo por força da gravidade.

Os cientistas já sabiam que haveria um encontro entre as duas. Porém, foi preciso fazer esse estudo para descobrir se a aproximação seria apenas uma passagem ou uma fusão. Ao calcular, a equipe comprovou que uma fusão entre as duas galáxias é inevitável.

Fonte: Info Ciência


Tags: , , , ,

Comentários (1)

  1. jefferson disse:

    eu concrd com sua teoria e eu ja saba que sso ia acontecer pois as estrelas estao se aprocimando muito

Deixe um comentário