Posts Tagged 'atividade solar'

Atividade solar está abaixo do previsto para 2013

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

São Paulo – A Nasa anunciou que a atividade do Sol em 2013 está abaixo do previsto. Este ano é considerado o período de pico do Sol, mas a movimentação continua fraca.
O Sol tem ciclos de atividade de aproximadamente 11 anos, com períodos mais intensos. O auge desse ciclo acontece agora, em 2013. Por isso, muitos países já começaram a buscar maneiras de se preparar para uma grande tempestade solar.
As tempestades solares acontecem por causa das manchas solares, regiões onde há uma redução de temperatura e pressão das massas gasosas no Sol, relacionadas ao seu campo magnético. Quando atingem a Terra, as tempestades podem causar danos em equipamentos eletrônicos, como satélites, GPS, além de transformadores e linhas de transmissão de alta tensão, por exemplo.
A Nasa está espantada porque a atividade do Sol em 2013 está abaixo do previsto pelos astrônomos. As manchas solares, que costumam aumentar de volume durante o pico de atividade do Sol, estão aquém dos valores registrados em 2011. Além disso, as fortes explosões na camada mais externa do Sol estão pouco frequentes.
O Observatório Solar Dinâmico (SDO) é o responsável por monitorar as movimentações no Sol. Ele fotografou algumas pequenas manchas em uma região que costuma ficar cheia de pontos escuros durante os picos de atividade.

 Apesar de a atividade do Sol ser considerada baixa, uma grande erupção solar lançou um fluxo de radiação em direção a Marte. A Nasa optou por desligar o Curiosity temporariamente para evitar danos no jipe-robô.

Fonte: Infociência


Tags: , , , ,

Fim dos tempos não acontecerá em 2012, diz Nasa

Categoria: Notícias 1 Comentário »

A Agência Espacial Americana (Nasa) anunciou que o mundo não ia acabar – pelo menos não em curto prazo. No ano passado, o Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern), declarou a mesma coisa, o que se pode imaginar, seja uma boa notícia para aqueles dentre nós que costumam se assustar com qualquer coisa. Quando é que duas instituições científicas desse grau de competência já haviam garantido à humanidade que tudo ficaria bem?

Por outro lado, a notícia é um tanto deprimente para aqueles que estavam planejando deixar de lado os pagamentos da prestação da casa própria para gastar tudo em uma última farra. Os pronunciamentos do Cern tinham por objetivo atenuar a preocupação quanto à possibilidade de que seu novo acelerador de partículas, o Large Hadron Collider (LHC), viesse a criar um buraco negro capaz de devorar o planeta.

Já os anúncios da Nasa, feitos em forma de uma série de posts em seu site e de um vídeo postado no YouTube, eram resposta à preocupação quanto à possibilidade de que o mundo acabe em 21 de dezembro de 2012, quando um ciclo de 5.125 anos conhecido como “Contagem Longa”, no calendário maia, supostamente deve chegar ao fim.

Os rumores sobre o fim do mundo atingiram o ponto de fervura quando do lançamento de ‘2012′, filme de Roland Emmerich, que no passado já havia infligido previsões catastróficas ao planeta, em forma de ataque alienígena e era glacial, nos longas ‘Independence Day’ e ‘O Dia Depois de Amanhã’.

Em seu trabalho, um alinhamento entre o Sol e o centro da galáxia, em 21 de dezembro de 2012, faz com que o Sol enlouqueça e cause ferozes tempestades em sua superfície, que lançam ao espaço partículas subatômicas difíceis de detectar conhecidas como neutrinos. De alguma forma, os neutrinos se transmutam em outras partículas, o que resulta em aquecimento do núcleo planetário da Terra.

Continuar lendo »


Tags: , , , , , , , ,

Possível redução na atividade solar não conterá aquecimento

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Uma redução na atividade solar equivalente à da “Pequena Era do Gelo” do século XVII causaria apenas uma pequena diminuição no ritmo do aquecimentoglobal, indicou um estudo nesta quarta-feira.

Uma diminuição da atividade solar nos últimos anos, relacionada a um número menor de manchas solares, cortaria em no máximo 0,3 grau Celsius o aumento previsto das temperaturas até 2100, caso ela se transforme no longo “Grande Mínimo” de intensidade, afirmaram eles.

“A noção de que estamos nos dirigindo a uma nova Pequena Era do Gelo caso o Sol de fato tenha entrado num Grande Mínimo é errada,” disse Georg Feulner, autor principal de um estudo do Instituto Postdam para Pesquisa sobre o Impacto do Clima, em um comunicado.

As temperaturas mundiais provavelmente subirão entre 3,7 e 4,5 graus Celsius até 2100, caso as emissões de gases-estufa continuem aumentando – muito mais que o impacto de mudanças conhecidas na atividade solar, informou o estudo.

O Sol passou por quatro Grandes Mínimos desde o século XIII, incluindo o Mínimo de Maunder, de 1645 e 1715, que se sobrepôs à Pequena Era do Gelo. O Rio Tâmisa congelou em Londres, por exemplo, entre 1683 e 1684.

As temperaturas mundiais aumentaram 0,7 grau Celsius desde que a Revolução Industrial levou ao maior uso de combustíveis fósseis, que liberam gases-estufa quando queimados, de acordo com um painel da Organização das Nações Unidas de cientistas que estudam o clima.

Fonte: Terra


Tags: , , , , ,