Posts Tagged 'planeta'

Estrela destrói planeta a 880 anos-luz

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Estrela destrói planeta a 880 anos-luz

Ilustração mostra, am azul, material do planeta sendo retirado pelos intensos raios-X

São Paulo- A 880 anos-luz da Terra, uma estrela está destruindo um dos planetas que orbitam ao seu redor bombardeando-o com raios-X tão fortes que retiram toneladas de sua massa.

Curiosamente, a culpa da destruição seria do próprio planeta, que se aproximou demais do astro.

O corpo, chamado de CoRoT 2b, possui  cerca de três vezes a massa de Júpiter e orbita a estrela CoRoT-2a a apenas 3% da distância que a Terra orbita o Sol. A radiação que recebe é, portanto, muito intensa: dados do telescópio Chandra, da Nasa, mostram que os raios-X da estrela estão evaporando cerca de 5 toneladas de material do planeta a cada segundo.

A intensidade dessa radiação é consequência de um campo magnético muito turbulento, o que é um fato bastante incomum, visto normalmente em estrelas mais jovens. Uma explicação seria a proximidade do planeta, que estaria acelerando a rotação da estrela e mantendo mais ativo seu campo.

Embora as análises recentes dos raios-X no planeta tenham sido feitas pela Nasa, o CoRoT-2b foi descoberto pelo satélite francês Convection, Rotation and planetary Transits (CoRoT)

Fonte: Info Ciência


Tags: , , , ,

Telescópio espacial Kepler descobre planeta com dois sóis

Categoria: Notícias 2 Comentários »

Um planeta com dois sóis é a descoberta mais nova do telescópio espacial Kepler, da Nasa (agência espacial americana). Em um estudo publicado nesta quinta-feira, cientistas mostram como é o novo astro, com tamanho similar a Saturno.

O novo corpo celeste fica no sistema estelar batizado de Kepler-16, na região da constelação da Lira. Suas duas estrelas mães têm tamanhos diferentes; uma possui massa equivalente a 70% o tamanho do Sol e a outra, menos brilhante e de espectro mais avermelhado, de 20%.

Telescópio espacial Kepler descobre planeta com dois sóis

O novo astro com dois sóis, descoberto pelo telescópio espacial Kepler, tem um tamanho similar a Saturno

Sistemas binários, como são conhecidos esses pares de estrelas, são comuns na nossa galáxia e teóricos já havia postulado a possibilidade de planetas orbitarem ao seu redor. Esta, porém, é a primeira vez que astrônomos descrevem isso sem margem de dúvida.

A descoberta do novo planeta foi possível porque o telescópio Kepler observa sua órbita de perfil, e é capaz de perceber a tênue queda de luminosidade cada vez que o planeta eclipsa uma das duas estrelas.

Os astrônomos estudaram a relação gravitacional entre os três objetos celestes ao mesmo tempo

Os astrônomos estudaram a relação gravitacional entre os três objetos celestes ao mesmo tempo

Continuar lendo »


Tags: , , ,

Cientistas: ciclone gigantesco varre Saturno há 5 anos

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Cientistas espanhóis relataram no último mês que um gigantesco ciclone do tamanho do continente europeu varre Saturno há cinco anos, o que faz desta tempestade a mais longa detectada no planeta

O ciclone, cujo vórtice se estende por 4 mil km, é estudado desde 2004 por um grupo de pesquisadores espanhóis a partir de imagens vindas da sonda americana Cassini. “De acordo com nossas observações, o ciclone é o de maior duração dos examinados nos grandes planetas do sistema solar, Júpiter e Saturno”, explicou a principal autora do estudo, Teresa del Rio-Gaztelurrutia.

Os ciclones, caracterizados por um vento que gira na mesma direção que o planeta, não duram tradicionalmente muito tempo, explicou a pesquisadora que dirige uma equipe da Universidade dos Países Bascos para conduzir o trabalho. “Conhecemos ainda muito pouco sobre este gênero de estruturas”, acrescentou.

Continuar lendo »


Tags: , , , ,

Profetas e cientistas prevêem o fim do mundo em outras datas

Categoria: Informações 1 Comentário »

A previsão do vidente mais famoso e respeitado do mundo, o francês Michel de Notredame (Nostradamus), é de que o mundo acabe em 3797, segundo diversos intérpretes de sua obra. Mas a cada dia surgem, principalmente na Internet, novas datas para o fim da humanidade. Algumas baseadas em evidências científicas e outras em visões, avisos divinos e superstições.

Se mesmo no dia 07/07/07, um dia considerado apocalíptico, nada aconteceu e nem em 06/06/06, no chamado feriado da besta, a Terra deixou de existir, dificilmente iria deixar em 08/08/08, 09/09/09, 10/10/10, 11/11/11 e 12/12/12 ou qualquer outra data “cabalística”.

Em 2007  houve uma previsão feita pelo apresentador de televisão Pat Robertson, evangélico ex-candidato à presidência dos Estados Unidos. Dia 2/1/07, em seu programa Clube 700, no canal Christian Broadcasting Network, Robertson disse que Deus o alertou sobre um ataque terrorista que, em setembro deste ano, causaria muitas mortes.

Continuar lendo »


Tags: , , , , , , , , , ,

Amadores registram colisões de cometas em Júpiter

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

A Nasa – a agência espacial americana – divulgou em Setembro duas imagens registradas por astrônomos amadores de cometas atingindo o planeta Júpiter. As imagens foram registradas em junho e agosto e mostram bolas de fogo criadas pela colisão dos objetos no gigantesco planeta gasoso. As informações são da agência AP.

Amadores registraram momento em que cometas atingiram o planeta gigante

Segundo a agência, a imagem da esquerda foi registrada por Anthony Wesley, morador de Broken Hill, na Austrália, em 3 de junho. Ele utilizou um telescópio de 37 cm. A bola de fogo aparece na direita do planeta como um pequeno ponto.

O segundo registro foi feito por Masayuki Tachikawa, de Kumamoto, no Japão, em 20 de agosto. A colisão aparece na região superior direita, próxima ao centro de Júpiter.

Fonte: Terra Notícias


Tags: , , , , ,

Hubble flagra estrela ‘devorando’ planeta

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Hubble flagra estrela “devorando” planeta

Concepção artística mostra estrela absorvendo matéria do planeta WASP-12b, o mais quente conhecido na Via Láctea

O telescópio Hubble registrou o início do “jantar” de uma estrela na Via Láctea. O prato: o planeta mais quente conhecido na nossa galáxia. Contudo, a refeição não deve ser rápida – os cientistas da Nasa, a agência espacial americana, estimam que vai demorar ainda cerca de 10 milhões de anos até que o planeta WASP-12b seja completamente devorado por sua estrela, a WASP-12.

O planeta está tão próximo de sua estrela que a temperatura nele passa dos 1,5 mil °C e sua forma lembra uma bola de futebol americano. Com uma massa 40% maior que a de Júpiter, o WASP-12b teve sua atmosfera inchada pela ação do calor e está jogando material na estrela.

Segundo a Nasa, a troca de matéria entre dois corpos celestes é comum em um sistema binário, mas é a primeira vez que isso é registrado tão claramente acontecendo com um planeta. “Nós vemos uma grande nuvem de matéria ao redor do planeta, a qual está escapando e será capturada pela estrela. Nós temos também elementos químicos nunca antes vistos em planetas fora do nosso sistema solar”, diz Carole Haswell, da Universidade Open, que liderou os astrônomos. Entre os elementos que a cientista afirma que são absorvidos, estão alumínio, estanho e manganês.

Ainda de acordo com a Nasa, Shu-lin Li, da Universidade de Pequim, já havia teorizado em um artigo que a força gravitacional da estrela havia distorcido a forma do planeta e ele estava tão quente que sua atmosfera havia sido expandida. As observações feitas pelo Hubble confirmam essa teoria, diz a agência espacial.

Fonte: Terra


Tags: , , , , , , ,

Amador descobre gigantesca explosão estelar do quintal de casa

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Um amador fez observações do que já é considerada a maior descoberta da astronomia da Irlanda. Dave Grennan, um desenvolvedor de softwares de 39 anos, observou uma gigantesca explosão estelar, evento conhecido como supernova, do quintal de casa, em Dublin. As informações são do site do jornal The Independent.

Supernovas – gigantescas explosões no final da vida de estrelas supermassivas e que podem destruir outras estrelas e planetas relativamente próximos – não são novidade na astronomia, mas é a primeira vez que uma destas é descoberta a partir de observações feitas em solo irlandês.

“Estamos observando um evento que ainda está se desdobrando, mas que começou há 300 milhões de anos”, diz Grennan à reportagem. O objeto cósmico recebeu o nome de 2010ik após ser confirmado seu status de supernova por instituições internacionais de astronomia.

Conforme a reportagem, Grennan tem vasculhado os céus há anos e já havia descoberto dois asteroides. “Eu me pergunto se existiam pobres almas vivendo em planetas ao redor da estrela quando ela explodiu. Nunca saberemos”, diz o astrônomo amador.

Fonte: Terra


Tags: , , , ,

Erupção na Islândia é pequena demais para resfriar o planeta

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Nuvem de cinzas cobre a região próxima ao vulcão, na Islândia

Grandes erupções vulcânicas já tiveram efeito refrigerador no clima da Terra, mas o recente evento na Islândia é pequeno demais para trazer alívio ao aquecimento global antropogênico, disseram cientistas nesta sexta-feira.

O evento marcante desta capacidade de refrigeração vulcânica dos últimos 20 anos ocorreu em 1991, quando o monte Pinatubo entrou em erupção nas Filipinas, resfriando a superfície terrestre em 0,5°C no ano seguinte, o suficiente para compensar o impacto dos gases causadores de efeito estufa entre 1991 e 1993.

Um episódio refrigerador menor ocorreu em 1980, quando o monte Santa Helena, no Estado americano de Washington, teve seu topo pulverizado, um evento que embora tenha sido impressionante, expeliu apenas um décimo do material liberado pelo Pinatubo.

O resfriamento se explica por uma fórmula simples: o vulcão libera grande quantidade de cinzas vulcânicas e dióxido de enxofre, que são transportados para a estratosfera, camada da atmosfera acima da troposfera, a mais próxima da superfície.

Lá, fenômenos físico-químicos criam uma fina camada de partículas esbranquiçadas que, durante meses ou anos, circundam a Terra e refletem parte dos raios solares, impedindo que a radiação atinja o solo.

“Basicamente, é como colocar um escudo refletor sobre o pára-brisa do carro, impedindo que o interior aqueça demais”, comparou Colin Macpherson, da Universidade Durham University, nordeste da Inglaterra.

Continuar lendo »


Tags: , , , , , , , , , ,

Ventos solares afetam a Terra

Categoria: Notícias Escreva um comentário »

Na fase de calmaria do ciclo do Sol, quando suas manchas praticamente desaparecem, a Terra deixa de ser atingida por grandes fluxos de energia.

Quer dizer, era nisso que cientistas acreditavam até descobrirem que ventos solares que carregam grandes quantidades de radiação continuam agindo quando as manchas praticamente desaparecem – e explicam porque o planeta foi bombardeado durantes períodos considerados calmos do astro.

As manchas solares são áreas de campos magnéticos concentrados, e aparecem como borrões escuros nas imagens feitas da superfície do Sol. Por séculos, elas forma usadas para determinar o ciclo aproximado de 11 anos do astro que, em seu máximo, fica repleto de pontos escuros.

Continuar lendo »


Tags: , , , , ,

NASA desmente fim do mundo em 2012

Categoria: Notícias 2 Comentários »

Por meio de um relatório, a Agência Espacial Americana esclarece as dúvidas dos internautas e afirma: o mundo não acaba com o fim do calendário Maia.

O aviso foi dado depois que um site mantido pela NASA foi inundado de perguntas de internautas a respeito de um misterioso planeta chamado Nibiru e do fim do mundo programado para 21 de dezembro de 2012.

A página em questão se chama “Ask an Astrobiologist”, e é mantida por David Morrison como parte de seus trabalhos como Cientista Sênior do Instituto de Astrobiologia da NASA. Nela, o público pode perguntar o que quiser e, ultimamente, foram mais de mil e-mails voltados para as previsões apocalípticas.

Na internet os boatos mais recentes do apocalipse entrelaçam uma complexa trama de provas e evidências que levam a crer que o fim dos tempos será no dia 21 de dezembro de 2012 – ou, mais precisamente, o fim do calendário Maia.

A civilização pré-colombiana surgiu no México há mais de três mil anos, e é conhecida por suas habilidades astronômicas, incluindo a divisão do calendário em 365 dias e a previsão de eventos como eclipses.

A causa dessa destruição prevista nos atuais boatos espalhados na internet seria Nibiru, também chamado de Planeta X, um corpo celeste que teria sido descoberto pelos sumérios. O impacto com a Terra seria precisamente na data em que o calendário Maia termina (numa analogia ao “fim dos tempos”) – e o fato estaria sido mantido em segredo pelo governo.

Continuar lendo »


Tags: , , , , , , , , ,